Blogger templates

Saturday, 25 August 2012

Contos: Dando para um estranho

Olá meu nome é Bruno, e estou aqui para relatar oque aconteceu comigo a uma semana atrás.
Tenho 19 anos, 1,78 de altura, 70 kg, branco e corpo definido.
Eu estava moreno e tesão, pois não transava a algum tempo e queria pra sair com alguém. Era uma quinta-feira e estava saindo do meu trabalho quando entrei no msn pelo celular, e acabei encontrando um carinha que já havia conversado com ele algumas vezes, mais a gente nunca tinha combinado nada, mesmo tendo vontade.
Eu logo disse se ele poderia me encontrar no centro e ele disse que estava um pouco tarde e não poeria sair de casa.
Já eram 22:30 e eu fiquei caminhando enquanto teclava com ele, insistindo para ele poder vir.
Por um instante eu estava achando que um carinha ne uma moto estava me seguindo, mais logo achei que era coisa da minha cabeça, mesmo ele dando algumas voltas onde eu estava.
Quando já estava sem esperanças do outro vir seguir mais adiante quando cheguei ne uma esquina próximo ao meu ponto e o carinha que estava rodando de moto para e pegunto se ele poderia chupar minha rola.
Eu fiquei meio sem graça no momento e não disse nada, e fiquei observando, ele deveria ter 1,68 de alt e estava usando uma jaqueta preta, sem ter minha resposta ele pergunto novamente, eu falei desse ai que a gente conversa e ele mando eu subir na moto me dando um capacete, mesmo com medo eu resolvi subir e segui com ele até um lugar que estava em obras, só tinha a gente lá e ele disse oque eu curtia.
Fui logo beijando ele sem falar nada pegando no seu membro dentro da calça, ele já estava excitado com o meu toque.
Logo desci suas calças e comecei a fazer um boquete gostoso nele, ficamos ali em pé enquanto ele empurrava minha cabeça para engoli aquele cacete.
Ele tocava um pra mim enquanto estava com aquela pica deliciosa em minha boca.
Ele tiro a sua roupa e a minha e me coloco de quatro sobre a moto e começou a empurrar sua pica para dentro do meu cu, não teve nenhuma dificuldade porque já estava acostumado com o pintos do tamanho do dele 17 cm.
Aquilo estava muito gostoso, ele continuava metendo sem para até que ele aviso que ia gozar, sentir um arrepio do seu toque enquanto ele metia com mais força e depois tiro.
Vendo eu eu ainda na tinha gozado ele pego minha pica e coloca na boca, fazendo um boquete delicioso até eu gozar e ele engolir toda a porra.
Conversamos um pouco sobre oque cada um estava fazendo na rua uma hora dessa e a resposta era a mesma ``a procura de sexo´´.
Ele disse que queria marcar novamente e mando eu subir na moto que iria me levar até em casa, eu logo ensinei o caminho que ele já conhecia e fomos, pei para ele parar antes da minha casa, pois não queria que ele soubesse onde era, estava com medo porque mesmo a gente tendo feito sexo ele ainda era um estranho que conhecia meu rabo melhor que qualquer um.

0 comments:

Post a Comment